Aeróbico ou musculação? Saiba qual é mais eficiente para mudar o corpo

2

Os exercícios aeróbicos são os que mais atraem quando o assunto é perda de peso, mas, geralmente, eles vêm acompanhados de um treino de musculação em sequência prescrito por personal trainers e profissionais de educação física. Nessa hora, muitas pessoas questionam o motivo, afinal o objetivo é emagrecer e não ganhar músculos certo? É aí que muitos se enganam, pois, os exercícios voltados ao desenvolvimento da musculatura também contribuem para o emagrecimento e, se praticados da forma correta, podem alavancar os efeitos positivos de todos os esforços investidos.

Da mesma forma, aqueles que visam o aumento da massa magra costumam torcer o nariz para as atividades aeróbicas. De acordo com estudos, os aeróbicos são altamente benéficos para nossa saúde, especialmente a cardíaca, mas seus efeitos não param por aí, além de servirem como uma ótima forma de aquecimento pré-treino, eles ainda otimizam a respiração celular e favorecem o metabolismo.

Perder peso ou ganhar massa? Essa é uma das primeiras questões indagadas quando alguém começa uma rotina de atividades físicas. Isso porque, o treino deve priorizar os exercícios que mais favorecem os efeitos almejados, portanto, antes de mais nada, é necessário traçar a meta principal. Para eliminar gordura os aeróbicos são muito indicados, pois eles são excelentes queimadores de calorias, já para ganhar massa magra e hipertrofia a musculação é a atividade ideal, mas isso não significa que um exercício elimine a necessidade do outro, o que irá variar são fatores como ordem, duração e intensidade, mas ambos podem ser combinados de maneira estratégica para impulsionar os resultados.

Independente da meta escolhida, os exercícios que fortalecem a musculatura, conhecidos também como anaeróbicos, devem estar sempre presentes. É verdade que os aeróbicos queimam mais calorias que a musculação, mas isso se limita apenas ao momento em que o indivíduo está realizando a atividade. Para uma análise correta, é necessário levar em consideração o gasto total diário, ou seja, a soma do quanto foi eliminado durante o treino mais a energia utilizada pelo corpo para se recuperar após os exercícios.

O nutricionista Willian Reis, especialista em Nutrição Esportiva, explica que existe uma diferença entre gasto calórico e emagrecimento: “O primeiro consiste na queima de calorias promovida pela aceleração do metabolismo que é causada pela atividade física, já o emagrecimento se dá pelo déficit de calorias ao final do dia”.

Segundo o profissional da Nature Center, o aumento no gasto calórico e o estímulo ao metabolismo é que resultam no emagrecimento. Reis explica que o exercício físico provoca alterações fisiológicas, como o aumento da temperatura corporal, da frequência cardíaca e da pressão arterial, o refluxo sanguíneo e de fluídos corporais, danos nos tecidos e, até mesmo, alterações hormonais. Mas, ao contrário do que muitos pensam, após a pratica as taxas metabólicas do organismo não retornam imediatamente aos níveis de repouso. “O corpo leva cerca de 1 hora para se recuperar de um exercício aeróbico, mas após a musculação, o metabolismo continua com uma demanda energética elevada até 15 horas” – afirma o especialista.

Distinções

A musculação, não só é o melhor caminho para a definição e hipertrofia, mas também é o exercício mais eficaz quando se trata de emagrecimento, no entanto, os aeróbicos não devem ser renegados, tanto por quem quer queimar gorduras, quanto por aqueles que visam a massa magra. A atividade aeróbica contribui para uma melhora na densidade, volume e quantidade das mitocôndrias, onde acontece a respiração celular e ainda colabora com a perfusão sanguínea, ou seja, otimiza o aporte de nutrientes para as células, o que é essencial para o processo de recuperação após o treino. Já para quem objetiva a definição muscular, a atividade é indicada após a realização do exercício muscular e pode ser feita com menos intensidade e em curta duração.

De acordo com Reis, apesar da extrema importância das atividades físicas, a maior parte dos resultados provem da alimentação correta. “Alguns alimentos podem auxiliar na aceleração do metabolismo, como os termogênicos: cafeína e chá verdade, por exemplo. Além disso, existem alguns alimentos funcionais e suplementos que podem ser inseridos estrategicamente na dieta, impulsionando ainda mais os efeitos desejados, mas, vale ressaltar que, tanto na dieta, quanto na hora de aderir a uma rotina de exercícios, é fundamental contar sempre com a supervisão de um profissional habilitado”, finaliza o especialista.

2 COMENTÁRIOS

  1. Hi there would you mind sharing which blog platform you’re using?
    I’m going to start my own blog soon but I’m having a tough time choosing between BlogEngine/Wordpress/B2evolution and Drupal.

    The reason I ask is because your design and style seems different then most blogs and I’m looking for something completely unique.
    P.S Apologies for getting off-topic but I had to ask!

DEIXE UMA RESPOSTA