Após policial, MPE investiga fraude no controle de abastecimento de veículos do Governo

0

Após a denúncia contra o servidor público estadual identificado pelas iniciais B.M. de suposto desvio de verba pública destinada ao abastecimento de viaturas da Polícia Civil, o MPE (Ministério Público Estadual) vai investigar também possível fraude no controle de abastecimento de veículos oficiais do Governo do Estado.

O inquérito civil vai ser conduzido pelo promotor Marcos Alex Vera de Oliveira, da 30ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social. Como é de costume do investigador, todos os detalhes da denúncia e as informações sobre o que já foi apurado foram colocados em sigilo.

Na semana passada, o promotor Humberto Lapa Ferri, da 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social, também abriu um inquérito para investigar o servidor B.M. Ele é ocupante do cargo de Escrivão de Polícia Judiciária e estaria lotado na 5ª DP (Delegacia de Polícia) de Campo Grande.

De acordo com a denúncia, ele estaria desviando dinheiro destinado à gasolina das viaturas da Polícia Civil. Se comprovada a irregularidade, ele pode ser indiciado por improbidade administrativa. Neste caso, os detalhes da investigação também foram colocados em segredo pelo promotor Humberto Ferri.

Outro lado

Questionada se recebeu alguma denúncia do gênero, como é feito o controle do abastecimento dos veículos oficiais e quem são os responsáveis, a assessoria do Governo do Estado informou apenas que “este é um procedimento normal de investigação do MPE” e, até o momento, “não existe, no Governo, denúncia dessa natureza”.