Com 20 usinas operando em MS, setor retoma fôlego e empregos

0

Após passar por período de crise intensa, perda de milhares de empregos e fechamento de usinas, o setor sucroenergético de Mato Grosso do Sul começa a dar sinais de recuperação. De acordo com dados da RPA Consultoria, especializada em cana-de-açúcar no Brasil, atualmente, MS conta com 25 usinas de álcool – 20 estão operando e cinco estão paradas. Três usinas estão falidas e outras três estão em recuperação judicial.

Apenas duas, entre as falidas, não estão em funcionamento. A Usina São Fernando, em Dourados, mesmo em falência, está em operação.

“O setor viveu a maior crise da sua história por conta de política pública mal orientada por parte do governo federal”, argumenta o presidente da Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), Roberto Hollanda.

De acordo com ele, ao longo dos últimos anos, o segmento fechou cerca de cinco mil postos de trabalho, o que trouxe angústia e incerteza para todo o futuro da categoria. Contudo, o presidente da Biosul enxerga um futuro com possibilidade de efetiva recuperação, e os primeiros sinais de uma reação já estariam aparecendo.

(*) Confira a reportagem completa na edição deste sábado/domingo do Correio do Estado.