Filha é estuprada e agredida pelo pai e crime é descoberto na escola

0

Ao chegar com arranhões nos braços, na instituição de ensino que frequenta na cidade de Nova Andradina distante 297 quilômetros de Campo Grande, uma mulher de 30 anos acabou revelando a uma coordenadora que era estuprada pelo pai, de 50 anos.

A mulher contou a coordenadora que tinha sido estuprada pelo pai que estaria bêbado, e que os estupros eram frequentes e aconteciam na residência, onde morava com os pais. Ela contou que a mãe não sabia do que acontecia, já que o crime era cometido quando a mãe não estava em casa.

Ainda segundo ela, o pai sempre pedia para que não contasse nada a ninguém do que acontecia. Após a descoberta, a mulher foi levada para fazer exame periciais, e de conjunção carnal. Segundo o site Jornal da Nova, os laudos devem ser entregues ainda nesta quarta-feira (30).

Tentamos entrar em contato com a delegada que cuida do caso, Daniella de Oliveira da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) para saber se o suspeito já foi ouvido ou detido e não conseguimos contato.