Foragido investigado por homicídio morre em troca de tiros com a Polícia Militar

0

Kawan Mateus Novaes de Souza, conhecido como Aranha, morreu em troca de tiros com a equipe da Rondas Ostensivas e Táticas do Interior (Rotai) da Polícia Militar de Três Lagoas, na tarde de ontem. Foragido da Justiça e investigado por homicídio, resistiu à abordagem policial e disse que preferia morrer a ser preso, razão pela qual entrou em confronto.

De acordo com o site JP News, Kawan estava na casa de parentes quando foi abordado pelos policiais. Ao receber voz de prisão, sacou um revólver e atirou, oportunidade em que foi baleado. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital. O rapaz era investigado por homicídio em Aparecida do Taboado e já havia sido preso em Três Lagoas por porte de arma de fogo.