França e Dinamarca protagonizam primeiro 0 x 0 da Copa e saiem sob vaias

0

Em um suposto “jogo de comadres”, França e Dinamarca protagonizaram um dos piores jogos da Copa do Mundo nesta terça-feira (26). Foi o primeiro 0 a 0 na Rússia entre os jogos de todos os grupos, até agora.

O jogo, que teve início às 10h em Mato Grosso do Sul, começou com uma França folgada uma vez que já está com a classificação garantida, após as vitórias sobre Peru e Austrália.

Já pensando na sequência da competição, que vai acirrar, o técnico francês Didiér Deschamps poupou seis dos jogadores da seleção, incluindo Umtiti e Mbappé, dois dos principais titulares, que ficaram de fora do campo contra Dinamarca.

Já a Dinamarca entrou em campo torcendo por um empate – que aconteceu. A seleção europeia precisava apenas empatar para conseguir mais um ponto e ficar com cinco, garantindo a classficação.

Talvez por não precisarem de uma vitória, ambos os times atuaram pifiamente em campo. Muitos torcedores adeptos de “teorias da conspiração” acreditam que o jogo tenha sido “marcado”, já com um empate combinado para beneficiar os dois países.

A primeira etapa foi morna e as individualidades não apareceram. Os jogadores pareciam pouco inspirados, e houveram raríssimas chances de gol. Os franceses tiveram mais destaque, porém sem perigos para o goleiro Kasper Schmeichel.

No segundo tempo, as equipes pareciam ainda mais lentas. Aos 13 minutos, uma primeira tentativa de finalização, de Eriksen. O dinamarquês acertou perto do gol francês. Onze minutos depois, Fekir respondeu lançando pelo lado de fora do gol da Dinamarca.

Sob vaias dos torcedores, até o apito final, ambos os times fizeram o tempo passar com muito toque de bola e pouca objetividade. O destaque positivo do jogo ficou por conta de Sandro Meira Ricci, que fez uma atuação segura.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA