GloboNews se pronuncia sobre atropelador que seria funcionário da emissora

0

Na noite da última quinta-feira (18), o motorista Antonio de Almeida Anaquim invadiu o Calçadão da Praia de Copacabana e acabou deixando 17 pessoas feridas e uma morta. Circulou nas redes sociais a informação de que Antonio seria funcionário da GloboNews.

Apesar de algumas fotos dele nos estúdios da emissora jornalística, o site G1 negou a informação e alegou que tratava-se de uma visita do agressor.

“Isso não é verdade. Ele não é ou foi funcionário. Antonio de Almeida Anaquim, de 41 anos, afirmou ao delegado que nunca trabalhou na Globo. Anaquim disse que visitou um amigo chamado Luciano que trabalhou na GloboNews. A visita foi em 2015″, publicou o site de notícias da empresa.

Apesar de ter circulado à exaustão nas redes sociais, a fake news não foi publicada em nenhum grande portal de notícias, apenas em sites contrários ideologicamente à Globo, como o Brasil 247.