Pai recebe R$ 200 e entrega filha de 11 anos para ser estuprada por dois homens

0

Garota de 11 anos de idade foi resgatada por policiais militares na tarde de ontem, terça-feira (1), de uma casa situada no bairro Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande, onde ela disse ter sofrido abuso sexual de dois homens, um de 56 anos e outro de 58.

O pai dela, de 40 anos, confessou à polícia que recebera R$ 200 e, em troca, deixou a filha na casa de um dos autores. Ela estaria trancada no imóvel desde o dia 30, última segunda-feira. Isto é, a menina ficou por dois dias trancada imóvel.

Informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil dadas ao TopMidiaNews  revelam que moradores próximos da casa onde a menina era mantida tentaram matar o autor com pedras e pedaços de paus.

Os policiais dispararam tiros rumo ao chão para dispersar os revoltosos.

Ainda segundo a assessoria da Polícia Civil, depois de acionados, uma viatura da PM foi ao local e um dos militares ouviu a criança gritar por socorro. Ele pulou o muro e arrombou uma das portas.

Assim que a menina viu o PM, correu em sua direção. O autor, disse o policial, estava sem camisa e vestia uma calça jeans, cuja braguilha desabotoada.

A menina correu até a viatura da polícia e disse que o homem estava passando a mão em seu corpo, daí ela gritava por socorro.

Ainda no local, os policiais souberam que a casa era frequentada por outro homem. Os policiais foram a casa dele, contudo, segundo suspeito de crime sexual, negou o caso. Novamente, moradores se revoltaram e tentaram linchar o detido. Os policiais, já com reforço de outras duas viaturas, reagiram com tiros para o chão. Quatro PMs levaram pedradas. Um dos suspeitos, também

O primeiro detido disse aos policiais que a menina estaria gritando porque “brincava” com um animal, um cachorro, no caso.

Os policiais localizaram o pai da vítima, que estava fazendo reparos na área de construção numa das casas de um dos autores.

O pai revelou que recebera R$ 200 de um dos detidos e que esse dinheiro seria para comprar alimentos para a família. Assim que localizado, o pai da menina de 11 anos guardava num dos bolsos a quantia de R$ 642.

Ele disse ainda que não era a primeira vez que deixara a filha na casa do homem detido por violência sexual.

Os três detidos foram levados para a delegacia e o crime será investigado pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e do Adolescente). O trio, que seria frequentador de igreja evangélica, está detido.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA