Pistoleiros deixam mulheres fugirem e executam goiano na fronteira de MS

66
A vítima estava em uma caminhonete S10 com placas paraguaias

O goiano Pedro Luis Bianchini, 51 anos, foi executado a tiros de pistola na tarde de domingo (30) na rodovia conhecida como “Sul Fronteira”, situada próxima à linha divisória entre Ponta Porã, Aral Moreira e o Paraguai.

Segundo a polícia, a vítima estava em uma caminhonete S10, com placas paraguaias, na companhia de duas mulheres, quando foi abordado por pistoleiros, por volta das 15h, em outra caminhonete.

Os pistoleiros deixaram as duas mulheres fugirem e dispararam contra Pedro com uma pistola calibre 380 e outra 9mm. Motoristas que passavam na região alertaram os agentes do SIG (Setor de Investigação Geral) da Polícia Civil, que foi ao local.

De acordo com o site Porã News, os policiais encontraram uma identidade paraguaia com a vítima. A princípio, a hipótese mais provável é que se trata de um ajuste de contas do submundo do narcotráfico, mas outras opções serão analisadas.

A Polícia Técnica realizou os procedimentos de rigor e, posteriormente, encaminhou

66 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA