Presidiário morre na fronteira e suspeita é de overdose de cocaína

7
PRESÍDIO

Presidiário morre na fronteira e suspeita é de overdose de cocaína

Homem de 20 anos estava preso no presídio de Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã

31 março 2018 – 13h50Por Da redação

Um presidiário identificado como Caio Santos Martins de Souza, de 20 anos, que se encontrava preso na Penitenciaria Regional na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, morreu na noite de ontem (30), supostamente por uma overdose de cocaína.

Ele foi levado ao Hospital do bairro Obrero, onde entrou com quadro de parada cardíaca e poucos minutos depois faleceu.

Segundo informações, Caio cumpria pena por associação criminosa e se encontrava recluído na penitenciaria de Pedro Juan Caballero, onde os agentes da Polícia Técnica realizaram uma visita a fim de verificar a situação e posteriormente encaminhou o corpo ao IML da cidade à espera dos familiares.

Vários presos brasileiros manifestaram a falta de apoio do Consulado do Brasil no Paraguai aos mesmos, os presos disseram que a vários meses não recebem visita nem apoio do corpo consular brasileiro e muitos se encontram abandonados a sua sorte na penitenciaria, onde apenas alguns recebem visita de seus familiares.

Ainda segundo informações, após a estranha demissão do advogado Gustavo Villalba, que atuava como assessor jurídico e que realizava constantes visita levando alimentos e roupas aos mesmos, os internos ficaram abandonados pela que solicitaram aos integrantes do corpo consular brasileiro em Pedro Juan Caballero que se preocupem pelos compatriotas presos no exterior.