Preso em Chapadão, casal acusado de duplo homicídio é transferido para Corumbá

0

Rita de Cássia Ledesma, de 23 anos, e Diego Antônio da Silva, o Diego Antonny, 25 anos, acusados dos assassinatos de Paulo Mariano Pinto, de 58 anos, e da mulher dele, Marilene Ledesma Ferreira, de 53 anos, mãe de Rita, foram transferidos para os presídios feminino e masculino de Corumbá esta semana.

Os dois tinham sido presos no dia 18 de dezembro pela Polícia Militar em um hotel no município sul-mato-grossense de Chapadão Sul, distante cerca de 761 quilômetros de Corumbá, onde permaneceram até a transferência. A filha de Rita, de três anos de idade, estava com eles e foi encaminhada ao Conselho Tutelar.

Com os acusados, também foram encontradas as carteiras de identidade das vítimas e houve a informação de que os celulares de Marilene e Paulo teriam servido de pagamento das diárias do hotel onde estavam hospedados. Rita e Diego  já são indiciados por homicídio qualificado por motivo fútil, ocultação de cadáver e furto qualificado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA