PSC Nacional anuncia nome para 2018 e saída de Bolsonaro é dada como certa, diz Coronel David

0

O deputado estadual Coronel David, do PSC, afirmou ao TopMídiaNews, que a saída do deputado federal Jair Bolsonaro do Partido Social Cristão é certa. No último sábado (18), a sigla apresentou, em Salvador (BA), o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS), Paulo Rabello de Castro como pré-candidato à Presidência da República.

“Na convenção nacional, o PSC apresentou o Rabello como seu pré-candidato à presidência da República. Depois disso, creio que o Bolsonaro não deve continuar no partido e que saída dele é certa”, comentou.

David ainda disse que Bolsonaro deve decidir sobre qual partido deve migrar só em 2018. “Ele está decidindo, tem ainda março e abril do ano que vem para fechar. É justamente quando a janela eleitoral abre. Mas ele tem conversado muito com o Patriota que é o PEN, mas não tem nada definido”.

“Vou esperar ele decidir e devo acompanhá-lo também”, finaliza Coronel David.

Mudança

Desde agosto, ambos ensaiam o ‘adeus’ em definitivo ao PSC. Naquela ocasião, David disse ao portal que Bolsonaro busca um novo partido e garante que também está de malas prontas para acompanhar ‘seu grande líder’.

O parlamentar explica ainda que, na última visita ao Estado, no dia 12 de julho, Bolsonaro comunicou insatisfação no partido, mas não confirmou mudaria para o PEN (Partido Ecológico Nacional).

“Na última visita ele conversou bastante sobre isso, disse que realmente estava em busca de um novo partido e que ia analisar as propostas. Ele me disse que deixaria o partido e eu avisei que vou com ele, o que ele escolher, vou junto com ele”, diz David.

Segundo David, o PSC ficou dividindo sobre a possível pré-candidatura de Bolsonaro a presidente da República e isso deixou o parlamentar insatisfeito. Questionado sobre o PSC ficar enfraquecido com a saída de Jair, David destaca que, hoje, ele é o nome mais forte e a saída com certeza enfraquece o partido.

Outros planos

Pelo menos no PSC, a matéria sobre a permanência de Bolsonaro foi vencida. No sábado (18), a legenda lançou na capital baiana, o presidente do BNDS (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Paulo Rabello, filiado ao partido, como pré-candidato à presidência.

Segundo o jornal o Estado de São Paulo, em um discurso para uma plateia cheia de vereadores, deputados e representantes de diretórios regionais, Rabello disse que “é preciso coragem para desafios do próximo ano e virada do Brasil para a prosperidade, que nós vamos ter”.

E afirmou que o Brasil já desperdiçou inúmeras possibilidades de se desenvolver de forma sólida. “Precisamos retomar o crescimento e elevar o PIB de pelo menos 16% para 18%”. E emendou dizendo que, “é de crédito que o Brasil precisa para fazer a virada em 2018”, inserindo a atuação da instituição, como o crédito facilitado para o micro, pequeno e médio empresário para geração de empregos.

A publicação paulista ainda disse que Rabello não teria comunicado de forma oficial ao governo de Michel Temer sobre a sua decisão de concorrer ao pleito no ano que vem.  Rabello está há seis meses a frente do BNDS é só deve se considerar candidato após a convenção do partido.