Em MS, 5 mil pessoas não conseguem fazer novo RG por divergência de dados

0

Em Mato Grosso do Sul, 5.095 pessoas não conseguiram fazer o novo RG de maneira imediata, devido a divergências de informações dos documentos apresentados com os cadastrados na Receita Federal. São quase 424 pedidos negados por semana. Os maiores problemas relatados são erros no status civil ou nome dos pais. Os dados foram contabilizados desde o início das emissões, em janeiro, até esta segunda-feira (1]).

Márcio Paroba, diretor do Instituto de Identificação de Mato Grosso do Sul, explica que o problema tem sido recorrente e que as pessoas, normalmente, não sabem como resolver. “Está tendo bastante. Por isso o cidadão reclama que não consegue fazer o documento na hora, porque os dados precisam estar iguais. Às vezes, a mulher casa e acrescenta o nome do marido, mas não atualiza na Receita’.

Conforme o diretor, assim que há erros nos dados o cidadão é orientado a regularizar a situação na Receita Federal e reagendar o serviço para emissão do novo RG. Ele acrescenta que muitos casos não precisam do reagendamento, mas que para evitar problemas é melhor que seja feito.

“Demora em média 48 a 72 horas para darem o retorno da atualização.Na maioria das vezes não precisa, o chefe do posto já combina com a pessoa para retornar em um dia específico, mas ele que vai informar. Quando descobre que está com dados divergentes, a pessoa precisa entrar no site, esperar’.

Para solicitar a alteração de dados pessoais, o cidadão precisa acessar esse site e seguir as orientações. Após o pedido, é necessário aguardar o retorno da Receita e reagendar a emissão do novo RG. O processo também pode ser feito nas agências dos Correios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here