Lideranças e sindicatos realizam carreta na área central

0

Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira (25), em Ponta Porã, com a Associação Comercial de Pedro Juan Caballero (PY), Sindicato Laboral e Patronal, ficou marcado para amanhã (26), às 8h, uma carreata pelo centro da cidade, em apoio à greve dos caminhoneiros que chega no quinto dia hoje. 

Também estará participando da mobilização, lideranças da Associação Comercial do município, Sindicato Varejista, Simted e Defensores da Fronteira, que segundo o vice-presidente do comércio, na fronteira, Waldinei Fernandes, donos de lojas poderão estar fechando as portas como forma de apoio aos motoristas. 

“Não é obrigado a fechar as portas durante a carreata, porém o comerciante que desejar assim fazer, como forma de apoio e protesto, com certeza estará dando força para o ato”, disse Waldinei. 

O vice-presidente também destacou que a mobilização começará no Posto da Divisa. 

“Não teve acordo”

O governo está falando que houve acordo, porém os caminhoneiros não vão parar com a greve, nosso objetivo é reunir toda a população de Ponta Porã e lutar contra a situação que o país enfrenta”, comentou o vice-presidente do Sindicato dos Comerciários. 

Assim como no Brasil, na cidade que faz fronteira com o Paraguai, produtos nos mercados como batata, já está em falta. 

“A população já está sentindo o reflexo dessa greve, nos postos de combustíveis já não há mais gasolina, pois os caminhões estão parados”, concluiu.