terça-feira, junho 15, 2021

DEM decide expulsar Rodrigo Maia, que já estava de saída da sigla

0

O partido Democratas (DEM) decidiu nesta segunda-feira (14) expulsar o deputado Rodrigo Maia, ex-presidente da Câmara, de seus quadros.

Em nota, a legenda de direita disse que o deputado cometeu uma “infração disciplinar”. “Após garantir o amplo direito de defesa ao parlamentar, os membros da Executiva apreciaram o voto da relatora, deputada Prof. Dorinha. A comissão nacional, à unanimidade de votos, deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado”, afirmou a legenda.

A saída de Rodrigo Maia já era esperada. Segundo o jornalista Guilherme Amado, ele deve se filiar ao PSD. “Rodrigo Maia decidiu seu destino partidário. Irá mesmo para o PSD, acompanhando Eduardo Paes”, afirmou Amado em maio deste ano.

Maia sofreu derrotas políticas e se enfraqueceu dentro do partido ao não conseguir eleger o deputado Baleia Rossi (MDB) para sua sucessão na presidência da Câmara. Boa parte do DEM, que é aliado de Jair Bolsonaro, apoiou seu candidato, o atual presidente da Casa, Arthur Lira (PP).

Leia a nota do partido:

“Nota Oficial do DEM”

Em reunião realizada nesta segunda-feira (14), a Executiva Nacional do Democratas decidiu expulsar o deputado Rodrigo Maia (RJ) de seu quadro de filiados.

Após garantir o amplo direito de defesa ao parlamentar, os membros da Executiva apreciaram o voto da relatora, deputada Prof. Dorinha.

A comissão nacional, à unanimidade de votos, deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado.

Executiva Nacional do Democratas

Resumo Sessão 14 de Junho

0
por Luiz Matheus Teixeira Mattos — publicado 14/06/2021 11h51, última modificação 14/06/2021 11h51
Resumo da Sessão 018/2021 datada em 14 de Junho de 2021, começaram com a leitura de um salmo e de todas as correspondências destinadas e enviadas pela Câmara Municipal de Amambai
Resumo Sessão 14 de Junho

Os trabalhos da Sessão 018/2021 datada em 14 de Junho de 2021, começaram com a leitura de um salmo e de todas as correspondências destinadas e enviadas pela Câmara Municipal de Amambai.

O Presidente Valter Brito informou o formato especial da Sessão que não contaria com matérias dos senhores vereadores, e sim com o parecer e votação do decreto em relação ao Ofício recebido do Tribunal de Contas do estado do Mato Grosso do Sul.

Este, já tendo sido lido em outra ocasião, refere-se à “aprovação das contas da Prefeitura Municipal de Amambai, relativas ao exercício de 2015, sob a responsabilidade do Ex-Prefeito Sérgio Diozébio Barbosa”, teve o parecer previamente favorável por conta do TCE/MS, e foi encaminhado à Comissão de Finanças e Orçamento que acompanhou o TCE/MS e opinou pela aprovação das Contas do Ex-Prefeito, relativas ao exercício de 2015, conforme parecer prévio favorável do TCE-MS.

Com o parecer favorável da Comissão de Finanças e Orçamentos, esta apresentou o Projeto de Decreto Legislativo nº 01/2021.

Projeto de Decreto Legislativo nº 01/2021

SÚMULA: “Aprova Parecer Prévio do Tribunal de Contas do Estado de MS referente ao exercício de 2015 e dá outras providências”.

Depois de lido o Projeto de Decreto, a presente Sessão foi paralisada por 15 minutos para reunião e parecer da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final e retornou com a Ordem do Dia.

Retornando aos trabalhos, foi realizada a leitura do Parecer da Comissão de Legislação, Justiça e Redação final que foi favorável ao Projeto de Decreto Legislativo nº 01/2021. Alguns vereadores tomaram uso da palavra no tempo de discussão para expressar a legitimidade de tais processos, e a votação de aprovação ao Projeto de Decreto foi unanime.

Por fim, com o grande expediente e palavra livre de 10 minutos, os vereadores salientaram as os votos, agenda da semana e desejaram a todos os habitantes de Amambai uma feliz e boa semana.

Ex-Polegar Alan Frank fratura a coluna após acidente de moto: ‘Vou ficar bem’

0

O ex-Polegar Alan Frank, de 48 anos, contou nesta segunda-feira em seu Instagram que está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, após ter sofrido um acidente de moto no sábado. O ex-integrante da banda famosa nos anos 90 disse que sofreu fraturas na coluna, mas que não precisará de cirurgia. Ele ainda tranquilizou os fãs e disse que teria alta ainda nesta segunda.

“Uma moto caiu na minha frente e acabou me derrubando. Quando eu estava me levantando, uma outra que vinha atrás acabou me atropelando. Eu me machuquei bastante e fui socorrido aqui no Einstein”, relatou.

O médico e ex-cantor disse que sofreu fraturas na coluna lombar, -L2, L3, L4-, e outra incompleta do processo transverso.

“É uma fratura semelhante à que Neymar sofreu quando levou uma joelhada nas costas. O tratamento é conservador, não precisarei de cirurgia. Mas dói bastante. Eu estou aqui à base de morfina e Tramal (analgésico), medicamentos bem fortes, e usando colete. Vou ter que ficar de molho um tempinho aí. Mas devo ter alta hoje. Vou ficar bem. Minha recuperação será completa, se Deus quiser. A expectativa e o prognóstico são bons. Muito obrigado por estarem comigo e pelas orações”, disse.

O filho mais velho de Alan contou que, no dia do acidente, ele tomou café da manhã com Jair Bolsonaro, mas que não tinha informações de sua participação na “motociata” a favor do presidente.

“Ele foi, realmente, na comitiva de manhã e tomou café da manhã com o presidente. Mas não sei se ele foi para esse passeio de moto. Acredito que não. Eu só recebi a ligação de que ele estava no hospital e fui direto para lá”, disse Renan ao site “Notícias da TV”.

No ano passado, o ex-polegar também ficou internado e foi intubado após ter testado positivo para o coronavírus. O grupo Polegar foi criado pelo apresentador Gugu Liberato em 1988. O conjunto focava em apresentações com instrumentos musicais. Na formação original estavam Alex Gill, Rafael Ilha, Marcelo, Alan Frank e Ricardo Costa.

Polegar foi lançado por Gugu Liberato

Prefeito atrasa envio de documentos sobre compra de fraldas e é multado em R$ 4 mil

0

Contrato de R$ 168.151,60 para a compra de fraldas pela Prefeitura de Ponta Porã –a 329 km de Campo Grande– resultou em multa superior a R$ 4 mil ao prefeito Hélio Peluffo Filho (PSDB). A contratação ocorreu em 2017 e registrou, ao longo de sua execução, problemas com a publicidade e em alguns documentos, conforme apontado pelo TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul).

O pregão presencial 20/2017 já havia sido apreciado anteriormente pela Corte de Contas, que agora verificou a execução do contrato 47/2020, dele decorrente. A formalização do contrato deveria ter sido publicada até 27 de abril de 2017 na imprensa oficial, mas o ato só foi tomado em 5 de maio daquele ano.

Da mesma forma, a remessa de documentos à Corte de Contas também ocorreu fora do prazo, com mais de 30 dias de atraso. Conforme o prefeito, o problema ocorreu devido a atraso da comunicação via postal para a empresa contratada comparecer para assinar o contrato. A alegação não foi acatada.

Embora a execução financeira do contrato, que teve empenhados e pagos R$ 121.556, tenha ocorrido regularmente, não foi identificado o atesto d ofiscal do contrato. Embora tenha sido alegado que servidores fizeram o atesto das notas, defendeu-se que a fiscal designada ou seu suplente é quem deveriam ter adotado os procedimentos. Os documentos também chegaram ao TCE-MS com mais de 30 dias de atraso.

Seguindo relatório do conselheiro Ronaldo Chadid, Peluffo foi multado em 100 Uferms (R$ 4.052), sendo declarada a regularidade com ressalva da formalização do contrato e da execução financeira. Cabe recurso.

Prefeitura de Amambai define ações para o Plano de Desenvolvimento Econômico do município

0

A Prefeitura de Amambai, junto a membros da Associação Comercial e Empresarial e do Sindicato Rural, participou na última quarta-feira, 10 de junho, de uma reunião com o SEBRAE/MS para estabelecer ações de melhorias para a cidade. Por conta dos protocolos de biossegurança, o encontro foi restrito aos convidados e exigiu o uso de máscara.

O evento consistiu na Oficina de Planejamento Participativo (OPP) que propõe, a partir do diálogo com os interlocutores locais e das análises de pesquisas socioeconômicas feitas pelo Sebrae, a elaboração de um Plano de Desenvolvimento Econômico (PDE) para a cidade. O documento vai nortear a execução do Cidade Empreendedora no município.

De acordo com o vice-prefeito de Amambai, Rodrigo Selhorst, a iniciativa foi bastante produtiva e teve uma grande representatividade. “Reunimos o poder público com a inciativa privada, entidades e associações e todos pensaram em conjunto no desenvolvimento local e em formas de gerar emprego, renda e inclusão para o nosso município. A oficina permitiu a união dos atores e fez com que a gente pudesse alinhar o raciocínio e seguirmos em uma só direção. Quero agradecer ao Sebrae e acredito que o Cidade Empreendedora vai gerar bons frutos para o nosso município”, ressaltou.

Para Rodrigo, das melhorias necessárias para o município que foram citadas durante o encontro, três delas se destacam: “Considero a inclusão dos povos indígenas no mercado de trabalho como algo muito importante, não só no serviço militar, mas também no próprio comércio varejista. Temos um grande anseio também de que venha para a cidade um Instituto Federal e Escola Agrícola com cursos técnicos de nível médio para atender o crescimento da área rural, além pensarmos em um planejamento urbanístico, para que possamos estruturar melhor o nosso trânsito e o centro comercial”, pontuou o vice-prefeito.

Interlocutores de Amambai debateram quais seriam as principais necessidades do município.Interlocutores de Amambai debateram quais seriam as principais necessidades do município.

Na data, a oficina foi conduzida pelo consultor do Sebrae/MS, Eduardo Raslan, de acordo com ele, a questão estrutural e funcional do município foi um dos eixos mais abordados. Além disso, as áreas de turismo, cultura e lazer também foram evidenciadas, junto com a importância de fomentar o empreendedorismo e qualificação.

“Entre as iniciativas citadas esteve a ideia de elaborar de um selo para identificar os produtos locais, além da necessidade de criar valores vinculados ao varejo e agricultura familiar e trabalhar as incubadoras mistas. Também foi falado sobre promoção de cursos profissionalizantes em conjunto com instituições de ensino que já são parceiras da prefeitura. No total, foram trazidas mais de 40 ideias que podem ser desenvolvidas para promover o crescimento de Amambai e, dessas iniciativas, oito vão ser elencadas como prioritárias”, esclareceu o consultor.

As ações definidas como importantes pelos interlocutores do município durante a oficina resultam em um relatório que vai ser analisado por técnicos do Sebrae e, a partir dele, vai ser feito o Plano de Desenvolvimento Econômico de Amambai. O documento será entregue a gestão municipal posteriormente, quando será elaborado um cronograma de execução das ações.

Caminhonete é encontrada com mais de 1,6 tonelada de maconha

0

Às 15h30 deste domingo (13), a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência na Rua João Carlos Guazina, Vila São Jorge, no município de Amambai (MS).

De acordo com informações policiais, no endereço foi encontrada uma caminhonete Hillux abandonada, de cor preta, carregada com 1.630 kg de maconha.

Também foi constatado que o veículo estava com placas falsas de Coronel Sapucaia e as verdadeiras são de Xanxerê, Santa Catarina.

O condutor do automóvel não foi localizado.

Oito municípios de MS apresentam irregularidades em ações de combate ao covid

0

Uma porção de relatórios sobre irregularidades que vão desde sobrepreço até falta de transparência em compras da covid-19 foi remetida à CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pandemia no Senado. Os problemas envolvem pelo menos oito municípios de Mato Grosso do Sul.

Os relatórios foram produzidos pela Divisão de Fiscalização em Saúde do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado) em 2020, no bojo de processos que acompanham as medidas de enfrentamento à pandemia. Estes documentos servem de sustentação para decisões, mas não costumam ser publicados. A reportagem do Midiamax teve acesso a partir do envio dos autos à comissão em Brasília (DF).

Conforme levantamento, auditores do TCE-MS encontraram irregularidades em Campo Grande, Batayporã, Bonito, Corumbá, Jardim, Nova Andradina, Sonora e Três Lagoas. As falhas em cada um dos municípios serão detalhadas a partir de hoje, na série de reportagens “Na mira da CPI”.

O próprio governo estadual também é alvo de processo de fiscalização compartilhado pelo tribunal com a comissão parlamentar. Um relatório elencou problemas em ao menos 15 processos de compra de máscaras, testes rápidos, camas hospitalares, medicamentos e locação de leitos. Somadas, as despesas em xeque chegam a R$ 12,9 milhões.

Apesar da remessa aos senadores, a tendência é que as responsabilizações sobre as irregularidades partam do próprio TCE-MS. Como a pandemia não acabou, os processos de fiscalização seguem abertos e em andamento.

Caarapoense morre atropelado após ser visto deitado na pista da BR-163

0

Adolescente indígena morreu atropelado na noite deste domingo (13) em Dourados. Segundo duas testemunhas, Gabriel Benites Paulo estaria deitado na pista na BR-163 quando foi atropelado por veículo, possivelmente uma picape.

A certidão de nascimento dele informa que Gabriel nasceu em 2005 e faria 16 anos na terça-feira (15). Entretanto, a mulher dele que esteve no local informou que o rapaz tinha 20 anos.

O atropelamento ocorreu no trecho entre o chamado Trevo do DOF e o Parque de Exposições João Humberto de Andrade Carvalho. Natural de Caarapó, Gabriel seria morador em acampamento indígena nas proximidades.

O trecho da rodovia onde ocorreu o acidente é marcado por acidentes com mortes devido ao movimento intenso de veículos e bicicletas. Essa parte da estrada que corta a região sul de Dourados é duplicada, mas a sinalização é precária e não existe iluminação.

Dois moto-entregadores que passavam pelo local afirmam que viram uma pessoa deitada na pista e retornaram para fazer a sinalização, mas não houve tempo de impedir o atropelamento. O condutor do veículo, possivelmente uma Fiorino branca, fugiu sem prestar socorro à vítima.

Equipes do Samu (Serviço Móvel de Urgência) foram chamadas, mas quando chegaram o adolescente já estava morto. Ele teve politraumatismo, segundo os socorristas.

Mais três pacientes são transferidos de MS para São Paulo nesta segunda-feira

0

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, transfere mais três pacientes com Covid-19 para o Estado de São Paulo nesta segunda-feira (14.6). Com a transferência de hoje, Mato Grosso do Sul soma 34 pacientes encaminhados para serem internados em outros estados.

Serão transferidos três pacientes que estão internados em unidades de saúde em Dourados. As famílias deram autorização para a transferência. O translado de Dourados até a Base Aérea de Campo Grande foi feito em ambulâncias.

O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) irá decolar por volta das 17h de Campo Grande desta segunda-feira com destino o aeroporto de Congonhas, na cidade de São Paulo (SP). Os pacientes serão encaminhados para o Ambulatório Médico Especializado (AME) Barradas.

A Central Estadual de Regulação está levantando a possibilidade de novas transferências.

Nove pacientes foram transferidos para o Estado de Rondônia, sendo 7 de Dourados, um de Bonito e outro de Itaquiraí, que estava internado em Eldorado. No domingo (6) cinco pacientes (2 de Campo Grande e 3 de Maracaju) foram levados para São Paulo, nesta segunda-feira (7), dois pacientes de São Gabriel do Oeste foram para São Paulo. Na terça-feira (8)  três pacientes de Campo Grande e dois pacientes de São Gabriel do Oeste foram para São Paulo, na quarta-feira (9) quatro pacientes de Dourados foram para São Bernardo do Campo, sexta-feira (11) quatro pacientes para São Bernardo do Campo, no domingo (13)  foram dois pacientes de Dourados para São Paulo, e nesta segunda-feira, mais três pacientes, totalizando 31 pacientes de MS enviados para internação em hospitais de Rondônia e São Paulo.

A Secretaria de Estado de Saúde registrou uma alta entre os pacientes transferidos para outros Estados. A paciente de 29 anos estava internada em Porto Velho desde 4 de junho e retornou para a cidade de Dourados em 11 de junho.

A Secretaria de Estado de Saúde informa que quatro pacientes internados em outros Estados vieram a óbito. A paciente de 52 anos do município de Dourados morreu na noite desta segunda-feira (7), em Porto Velho (RO). Ela integrava o quantitativo de nove pacientes que foram encaminhados à capital rondoniense na sexta-feira (4.6). O outro é um homem de 53 anos, do município de Maracaju e que morreu nesta terça-feira (8) no Estado de São Paulo. Ele estava internado no Hospital Geral Vila Penteado e integrava o grupo de cinco pacientes que foram transferidos para a capital paulista no último domingo (6). O terceiro é um homem de 66 anos integrava o grupo de cinco pacientes que foram transferidos nesta terça-feira (8.6) para o Estado de São Paulo. O paciente é do município de Campo Grande. Estava internado na UPA Leblon e foi encaminhado para o Hospital Geral Vila Penteado na capital paulista. O quarto óbito é de um 76 anos de Campo Grande que havia sido transferido com Covid-19 para o Hospital Geral Vila Penteado em São Paulo

Fiat Uno que seguia para o Paraná com mais de 180 quilos de maconha foi apreendido pelo DOF

0

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam, na manhã de ontem, um veículo Fiat Uno de cor preta e placas de Belo Horizonte (MG) carregado com 183 quilos de maconha, distribuídos em 367 volumes prensados.

A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, durante um bloqueio policial para fiscalização na região de Naviraí.

Os militares abordaram, inicialmente, condutor e passageiro de um Citroën C4 de cor prata, com placas de Curitiba (PR). Logo em seguida aproximou-se o condutor do Fiat Uno preto, onde estava o entorpecente.

Os ocupantes do Citroën eram os batedores de estrada responsáveis em repassar informações, sobre o policiamento na rodovia, ao condutor do UNO. A droga teria como destino a cidade de Cambé, no Paraná.

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia da Polícia Civil de Naviraí, onde os três homens permaneceram à disposição da Polícia Judiciária.