sexta-feira, julho 30, 2021

Associação de Ciclismo Amambaiense mobiliza apoiadores do esporte para ajudar famílias carentes durante baixa das temperaturas

0

A Associação de Ciclismo Amambaiense (ACA) iniciou nesta segunda-feira, 26 de julho, a Campanha do Agasalho 2021, com o intuito de mobilizar os apoiadores do ciclismo de Amambai a participarem de uma arrecadação de cobertores, blusas, calças e meias para que sejam doadas a população carente do município.

Com o lema “A sua solidariedade aquece quem passa frio!”, a Associação pede que os interessados em ajudar procurem o União Esporte Clube e Bicicletaria Pedal de Prata para efetuar suas doações.

A ACA tem como presidente o professor de Educação Física e empresário do setor de lazer no município Ramon Batista e cada vez mais vem reunindo ciclistas tanto para competições, quanto para ajudar aqueles que precisam em comunhão.

O prefeito de Amambai Edinaldo Luiz de Melo Bandeira, através das redes sociais da Prefeitura Municipal, publicou um apelo para que as organizações não governamentais iniciem projetos para ajudar o poder público no auxílio as famílias em situação de vulnerabilidade do município durante a baixa das temperaturas que acontecerão nesta semana. “Convidamos toda a população para que faça a sua parte nesta união pelo bem comum”, afirmou.

Da série.. aqueça uma vida , secretaria municipal de assistência social… fazendo a diferença!!!

Pode ser uma imagem de 2 pessoas, pessoas em pé e área interna

Pode ser uma imagem de 1 pessoa e área interna

 

Abner Teixeira vence e garante primeira medalha do boxe em Tóquio

0

O Brasil já garantiu uma medalha no boxe nas Olimpíadas de Tóquio. Nesta sexta-feira, Abner Teixeira venceu Hussein Iashaish, da Jordânia, e se classificou para as semifinais na categoria pesada, entre 81 e 91kgs por decisão dividida – quatro dos cinco árbitros deram a vitória ao brasileiro. Com o resultado, já tem ao menos o bronze olímpico em mãos.

Medalha garantida! Abner Teixeira Teixeira vence batalha emocionante e avança para a semifinal do boxe peso pesado

Medalha garantida! Abner Teixeira Teixeira vence batalha emocionante e avança para a semifinal do boxe peso pesado

O brasileiro luta de novo na próxima terça contra o cubano Julio la Cruz. Se vencer, avança à final. Se perder, fica com o bronze em Tóquio.

Abner Teixeira vai à semi no boxe e garante medalha nas Olimpíadas de Tóquio — Foto: Buda Mendes/Getty Images

Abner Teixeira vai à semi no boxe e garante medalha nas Olimpíadas de Tóquio — Foto: Buda Mendes/Getty Images

Nascido em Osasco, Abner se mudou cedo para Sorocaba, no interior de São Paulo, onde conheceu o projeto social “Boxe – Mãos para o Futuro”, do professor Vladimir Godoi. Foi lá que descobriu a paixão pelo esporte.

Aliviado, Abner Teixeira comemora classificação em luta dura: "Foi uma guerra, podia ter ido para qualquer lado"

Abner é bicampeão brasileiro juvenil e de elite. Hoje, é uma das referências no boxe nacional na categoria acima de 91kg. Nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, em 2019, Abner conquistou a medalha de bronze.

Abner Teixeira celebra a medalha garantida no boxe — Foto: Ueslei Marcelino - Pool/Getty Images

Abner Teixeira celebra a medalha garantida no boxe — Foto: Ueslei Marcelino – Pool/Getty Images

Seleção feminina perde nos pênaltis para o Canadá e é eliminada nas quartas de final

0
  • ermina um ciclo do futebol feminino brasileiro nas Olimpíadas. Após empatar em 0 a 0 com o Canadá no tempo normal e na prorrogação, o Brasil perdeu por 4 a 3 nos pênaltis e foi eliminado nas quartas de final dos Jogos de Tóquio, um resultado que marca a despedida das Olimpíadas da geração de Formiga e Marta, medalhistas de prata em Atenas-2004 e Pequim-2008. Bárbara defendeu o chute de Sinclair no início das penalidades, mas Andressa Alves e Rafaelle pararam na goleira canadense Labbé nas duas últimas cobranças do Brasil.

  • MELHORES MOMENTOS
    Melhores momentos: Canadá 0 (4) x (3) 0 Brasil pelas quartas de final do futebol feminino nas Olimpíadas de Tóquio

    Melhores momentos: Canadá 0 (4) x (3) 0 Brasil pelas quartas de final do futebol feminino nas Olimpíadas de Tóquio

  • MARTA NÃO FALA SOBRE O FUTURO

    Em entrevista à repórter Lizandra Trindade ao fim do jogo, Marta evitou responder sobre o seu futuro na seleção.

    – Não sei, não posso te dar essa resposta agora, estou com a cabeça a mil, vou deixar essa resposta para depois. Não dá para dizer no momento, estou muito emocionada. Peço para as pessoas não apontarem o dedo para ninguém, se tiver que apontar para alguém apontem para mim, já estou acostumada – disse a camisa 10, que disputou pela quinta vez as Olimpíadas, aos 35 anos.

     Marta lamenta eliminação do Brasil

    Marta lamenta eliminação do Brasil (Foto: REUTERS/Amr Abdallah Dalsh)

  • VIRADA NOS PÊNALTIS

    A disputa de pênaltis começou bem para o Brasil, com a goleira Bárbara defendendo a cobrança da veterana Christine Sinclair. Marta abriu a série brasileira convertendo sua cobrança. A partir de então, vieram cinco penalidades convertidas: Fleming, Debinha, Lawrence, Érika e Leon. No pênultimo chute do Brasil, Andressa Alves buscou o canto esquerdo de Labbé, que fez a defesa e igualou a disputa. A zagueira Gilles colocou o Canadá na frente, e Labbé pegou o chute de Rafaelle, também no canto esquerdo, classificando sua seleção à terceira semifinal olímpica seguida.

    Stephanie Labbé defendeu duas cobranças do Brasil na disputa de pênaltis

    Stephanie Labbé defendeu duas cobranças do Brasil na disputa de pênaltis (Foto: Koki Nagahama/Getty Images)

  • JOGO EQUILIBRADO

    Nenhuma das duas equipes foi dominante na partida. O Brasil sentiu falta da presença ofensiva de Debinha e Bia Zaneratto, muito isoladas do meio do campo e sem entendimento entre si. O Canadá, por sua vez, se impôs fisicamente no primeiro tempo, mas também não exigiu muito da goleira Bárbara, mesmo quando teve mais posse de bola no segundo tempo. Com Ludmila e, depois, Andressa Alves, a seleção brasileira melhorou na prorrogação, e foi a vez então da goleira Stephanie Labbé aparecer com segurança, especialmente em cabeçada de Érika, na melhor oportunidade do Brasil na partida.

Tatuagem ajudou identificar vítima fatal de acidente entre carro e carreta

0

Foi identificada como Emily Carolina de Oliveira Dias, 19 anos, a passageira que morreu em acidente na noite desta quarta-feira, dia 28 de julho, na rodovia BR-262, na cidade de Água Clara, na região Leste do Estado. O veículo, um VW/Gol, era dirigido por Sidnei Ferreira dos Santos, 35 anos, que estava bêbado e foi preso em flagrante.

Conforme o registro policial, Emily foi reconhecida pela mãe, Rosilene Carolina de Oliveira, na manhã desta quinta-feira (29). Em depoimento, ela afirmou que a vítima saiu do bar em que trabalha acompanha de Sidnei por volta das 21 horas e que ele iria até um banco retirar dinheiro para consertar um celular.

À polícia, a mãe ainda contou que não estranhou o fato de a filha não mandar notícias, já que depois ela iria dormir na casa da irmã e que ficou sabendo do acidente por uma amiga, na manhã de hoje. Ainda de acordo com Rosilene, Sidnei e Emily estavam se relacionando há cerca de um mês.

Segundo o site Campo Grande News, para o reconhecimento, a mãe da vítima entrou em contato com o IMOL (Instituto Médico-Odontológico Legal), de Três Lagoas e uma foto da tatuagem de leão que ela tinha no braço foi enviada. Os peritos fizeram também exames de impressões papilares confirmando a identidade de Emily.

De acordo com o delegado Luis Augusto Milani, Sidnei segue sob escolta policial na Santa Casa da Capital por conta dos ferimentos, mas o estado de saúde não foi divulgado. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de “homicídio culposo na direção de veículo automotor”.

Acidente

Equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal) foi acionada por volta das 23h30 de ontem, para o local do acidente, km 143 da BR-262. Os policiais encontraram um veículo VW/Gol, de cor azul, já com a mulher morta e Sidnei no banco do motorista. A dinâmica do acidente não foi registrada. Segundo o Corpo de Bombeiros, o carro teria colidido de frente com uma carreta.

Militares executados na fronteira eram sargentos da FTC

0

Foram identificados como Eulalio Ezpinoza, Lauro Monzon e Mauricio Pérez os três sargentos da FTC (Força-Tarefa Conjunta), grupo de elite das forças armadas do Paraguai, executados na tarde desta quinta-feira, dia 29 de julho, na fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul.

Os militares seguiam por uma estrada vicinal em um veículo blindado quando ocorreu o atentado, entre as cidades de Santa Rosa del Aguaray e Capitán Bado, na divisa dos departamentos de San Pedro e Amambay.

Conforme apurado, os criminosos primeiro detonaram um explosivo sob o caminhão onde estavam os militares e, na sequência, abriram fogo contra as vítimas.

Imagens adquiridas pela reportagem do site Campo Grande News, mostram a cratera que se formou no local da explosão. Os três militares foram encontrados mortos em meio à vegetação. Um helicóptero foi usado nas buscas pelos criminosos.

A região onde ocorreu o ataque, cercada de matas, é dominada pelo grupo terrorista EPP (Exército do Povo Paraguaio), guerrilha marxista que há quase 15 anos luta contra o governo paraguaio. A FTC foi criada justamente para combater os terroristas que promovem sequestros, assaltos e saques contra propriedades rurais.

Flamengo goleia o ABC e encaminha classificação na Copa do Brasil

0

Renato Gaúcho já havia avisado que o Flamengo tem fome de vitórias e de gols. E o time demonstrou este apetite mais uma vez. O ABC pagou a conta. O clube carioca fez 6 a 0, nesta quinta-feira, no Maracanã, e encaminhou a vaga para as quartas de final da Copa do Brasil.

A diferença técnica entre os times ficou evidente. O duelo no Maracanã foi praticamente um ataque contra defesa. O ABC tentou resistir, apostou em 5-4-1, mas sabia que segurar o Flamengo era tarefa difícil.

O Flamengo mostrou a fome que tem. Pressionou o ABC o tempo inteiro, empilhou chances e gols, especialmente no primeiro tempo. Foi mais um baile sob o comando de Renato Gaúcho. Ele continua com 100% de aproveitamento, com cinco vitórias. E não percam as contas. Agora, com 21 gols marcados e apenas dois sofridos.

As duas equipes voltam a se enfrentar na quinta-feira, na Arena das Dunas, em Natal. Antes do jogo de volta, o Flamengo tem mais um compromisso pelo Brasileiro. Neste domingo, enfrenta o Corinthians, às 16h (de Brasília), na Neo Química Arena. Já o ABC visita o Central, domingo, pela Série D. O clube potiguar eliminou Botafogo e Chapecoense nesta Copa do Brasil.

Por desgaste físico, o técnico Renato Gaúcho preservou três atletas: Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís. Entraram Bruno Viana, Léo Pereira e Renê.

O clube carioca começou com tudo. Logo no primeiro minuto, Bruno Henrique viu a zaga afastar após tentar o passe para Gabigol. Aos cinco, o artilheiro perdeu uma chance que não costuma desperdiçar. Em contra-ataque, ele invadiu a área, mas chutou para fora. O ABC resistia, mas o gol era questão de tempo.

Aos 27, Diego fez fila, invadiu a área, mas tocou errado. Bruno Henrique pressionou e a bola ficou com Arrascaeta. Ele chutou e fez 1 a 0. O Flamengo ampliou cinco minutos depois. Everton Ribeiro ficou com a sobra, após cruzamento da esquerda, e acionou Gabigol. Ele dominou e bateu no canto para marcar 2 a 0.

O Flamengo não diminuiu o ritmo. Era ataque contra defesa. Aos 41 minutos, Bruno Henrique tabelou com Renê e chutou no canto: 3 a 0. Deu tempo de ampliar. Wellington já havia evitado em cabeçada de Bruno Henrique, mas nada pôde fazer quando Arrascaeta cruzou da direita e Gabigol desviou de cabeça, aos 44 minutos, para fazer o quarto.

O clube carioca terminou o primeiro tempo com 72% de posse de bola e 14 finalizações. Diego Alves mal tocou na bola, nem mesmo para bater tiro de meta, até porque o ABC não chutou a gol na etapa inicial.

No começo do segundo tempo, Renê sentiu a coxa direita. Renato Gaúcho aproveitou e fez logo quatro mudanças, para poupar o time, de olho na sequência da temporada. Além do lateral, ele tirou Diego, Arrascaeta e Bruno Henrique. Entraram Rodinei, Thiago Maia, Michael e Pedro.

O Flamengo era soberano. Controlava o jogo e encurralava o ABC. O time potiguar, ao tentar sair, foi punido. Em contra-ataque, Gabigol lançou Thiago Maia. Ele cruzou e Donato fez contra, aos 29.

Michael ainda aproveitou lambança da zaga do ABC para ampliar, aos 38 minutos. Com propriedade, o Flamengo encaminhou classificação na Copa do Brasil.

MS tem geada em 35 municípios e sensação térmica de -11ºC

0

Pelo segundo dia seguido Mato Grosso do Sul amanheceu gelado, com sensações negativas na região sul e geada em 35 municípios do Estado. Segundo dados do meteorologista da Uniderp/Anhanguera, Natálio Abrãao, Iguatemi registrou a menor temperatura do ano, com – 2,8°C e uma sensação térmica de – 11°C.

Conforme o meteorologista, o frio nesta sexta-feira (30) foi mais intenso e espalhado pelo Estado. Itaquiraí marcou – 0,4 °C e sensação de -4, assim como Santa Rita do Pardo. Em Rio Brilhante a sensação foi de – 6 °C.

Os dados do  Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), no entanto, apontam que a região de Paranhos, Iguatemi, Itaquiraí e Sete Quedas, que ontem tiveram sensação términa de -6°C na área rural, hoje marcaram -1°C. Nas quatro cidades a temperatura ficou em torno de 1°C, mas com intensidade negativa.

O mesmo aconteceu em Mundo Novo, Dourados, Rio Brilhante, Ivinhema, Santa Rita o Pardo e Aral Moreira. Nesses municípios a sensação térmica foi de -1°C.

Os termômetros em Ponta Porã ficaram abaixo de 0°C durante a madrugada. A cidade acordou com 2°C nos termômetros  e a sensação térmica de -2°C.   Amambai, onde a previsão alertava sobre a possibilidade de -3°C, registrou 1° C às 5 horas, com sensação de -1°C.

Em Campo Grande a sexta-feira começou com 5°C. A sensação térmica, no entanto, chegou a 2°C. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) a máxima ao longo do dia chega a 21 °C. Desde ontem o instituto alerta para geada em 38 municípios sul-mato-grossenses.

A massa de ar frio que derrubou as temperaturas em Mato Grosso do Sul e em parte do Brasil persiste até o dia 1º de agosto, só então o calor voltar gradualmente. Por isso a previsão é de um fim de semana ainda gelado.

Previsão – A sexta-feira deve continuar gelada em todo Mato Grosso do Sul. O sol aparece em poucas nuvens, mas com massa de ar fria os termômetros não passam dos 15ºC em Campo Grande.

Na região sul do Estado, a temperatura também permanece em baixa, com máximas de 16ºC em Mundo Novo, 17º em Dourados e Amambai, 19ºC em Paranhos e Sete Quedas, de 20ºC em Iguatemi e de 21ºC em Ponta Porã.

Quem mora em Corumbá, no Pantanal sul-mato-grossense, pouco habitado a este clima, verá o sol aparecendo e os termômetros chegando a 24ºC durante o dia, mesma previsão para Três Lagoas, no leste do Estado.

A umidade relativa do ar permanece em baixa, abaixo dos 20%, em todo Mato Grosso do Sul.

Após 3 anos falando em ‘fraudes eleitorais’, Bolsonaro admite não ter provas

0

O presidente Jair Bolsonaro admitiu, em live nesta quinta-feira, dia 29 de julho, que não tem provas para afirmar que haja risco de fraude no sistema atual de urnas eletrônicas – ou que as últimas eleições realizadas no país tenham sido fraudadas.

Bolsonaro convocou veículos de imprensa e usou a emissora pública de televisão para uma transmissão em tempo real na qual, segundo anunciou, seriam mostradas “provas” das fraudes.

A transmissão se estendeu por mais de duas horas e Bolsonaro tratou de diversos temas não relacionados às eleições. Em vez de provas, no entanto, o presidente apresentou uma série de notícias inverídicas e vídeos que já foram desmentidos diversas vezes por órgãos oficiais.

“Os que me acusam de não apresentar provas, eu devolvo a acusação. Apresente provas de que ele não é fraudável”, declarou Bolsonaro em determinado momento.

“Não tem como se comprovar que as eleições não foram ou foram fraudadas”, disse, minutos depois.
“Não temos provas, vou deixar bem claro, mas indícios que eleições para senadores e deputados podem ocorrer a mesma coisa. Por que não?”, apontou em um terceiro momento.

‘Especialista’ do governo

Ao longo de toda a transmissão, Bolsonaro esteve ao lado de um “especialista” apresentado por ele apenas como “Eduardo, analista de inteligência”. Questionada inicialmente, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) disse não ter a identificação completa do homem.

Ao fim da “live”, o governo informou tratar-se de Eduardo Gomes da Silva, coronel do Exército e ex-assessor especial do ministro Luiz Eduardo Ramos na Casa Civil. Segundo Bolsonaro, o coronel hoje trabalha justamente na Secretaria de Comunicação.

O currículo divulgado pelo Planalto não informa qualquer especialização na área de programação ou segurança da informação.

“A pessoa que viria fazer a demonstração aqui demonstrou muita preocupação pela sua exposição. É um civil. E resolveu então passar as informações para o Eduardo, de modo que ele explanasse aqui. De nada diminui o serviço prestado pelo Eduardo, porque a mesma coisa seria apresentada pelo outro cidadão. Se ele se garantir seguro no futuro, pode ter certeza que ele participará de momentos outros como esse”, declarou Bolsonaro.

Notícias falsas

Ao iniciar a apresentação, Eduardo afirmou que mostraria “fatos, acontecimentos”. Na prática, mostrou material que já foi amplamente desmentido.

“Esses vídeos, todos eles estão disponíveis na internet. E por que nós fizemos questão de buscar nessa fonte? Porque é o povo. Essas pessoas não foram pagas para fazer isso, elas demonstraram interesse em ter uma democracia melhor, mais avançada, mais justa e transparente”, declarou.

O material apresentado por Eduardo incluiu, por exemplo, vídeo antigo em que um programador dizia simular o código-fonte de uma urna eletrônica para, em seguida, mostrar supostas formas de fraudar o sistema.

O Fato ou Fake, serviço de checagem de fatos do grupo Globo, já mostrou que essas simulações de urna não correspondem à realidade.

“Em termos de dispositivo de hardware, a urna é um computador. Porém, não é um computador comum de mercado, mas sim projetado conforme exigências estabelecidas pelo TSE para garantir a segurança de seu hardware”, explica o Tribunal Superior Eleitoral, em nota.

A apresentação no Palácio da Alvorada recorreu a outro boato já desmentido por órgãos oficiais: o de que a “estabilidade” nas divulgações parciais da apuração dos votos em São Paulo, nas eleições municipais de 2020, seria um indício de fraude.

Como mostrou o Fato ou Fake, esta estabilidade é comum, se manteve praticamente ao longo de toda a apuração e já aconteceu em anos anteriores, inclusive em eleições maiores.

Ministro Barroso

Em vários momentos da transmissão, o presidente voltou a fazer críticas ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, que é contrário à adoção do voto impresso.

Sem provas, Bolsonaro disse que o magistrado quer “manter a suspeição das eleições” e levantou suspeitas de que Barroso teria atuado junto a parlamentares para tentar barrar o avanço da PEC do voto impresso na Câmara.

Mais cedo, nesta quinta-feira, Barroso participou da inauguração da nova sede do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC). Em pronunciamento, o ministro do Supremo Tribunal Federal disse que o discurso de que “se eu perder, houve fraude” é de quem não aceita a democracia. O STF e o TSE vêm reiterando a confiabilidade e a lisura do sistema.

Em uma crítica ao Judiciário e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Bolsonaro afirmou não ser possível “os caras que tiraram o outro da cadeia serem as mesmas pessoas a contarem os votos” das eleições.

Além de exibir as notícias e vídeos falsos, de atacar o TSE e os governos petistas, o presidente criticou o trabalho da imprensa que, nas palavras do presidente, leva ao “envenenamento” da população. Ele também fez críticas às pesquisas eleitorais sobre a eleições de 2022, que apontam Lula com altos percentuais de intenção de voto.

Ao longo da transmissão, o presidente também fez acenos a segmentos da população que compõem a sua base eleitoral – principalmente, militares e evangélicos.

Em Roma, ministra Tereza cita papel do Brasil para segurança alimentar global

0

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina (DEM/MS), se reuniu com o diretor-geral da FAO (Food and Agriculture Organization), QU Dongyu, durante sua passagem pela Itália, onde participa da pré-cúpula sobre sistemas alimentares. Segundo a ministra, a conversa com o dirigente foi em torno do papel da agricultura brasileira para a segurança alimentar global.

“O Brasil reafirmou a necessidade de respeito à diversidade de sistemas alimentares”, disse uma postagem em sua conta no Instagram na quarta-feira (28). Tereza Cristina aproveitou para apresentar documento sobre a visão da agricultura das Américas para os sistemas alimentares.

Ainda durante a passagem por Roma, também se encontrou com a secretária-geral-adjunta, Agnes Kalibata, para debater a posição dos países sobre o tema. O embaixador Fernando Abreu, representante do Brasil junto à ONU (Organização das Nações Unidas) para Agricultura e Alimentação, também participou do encontro.

Tortura, morte e bilhete: há anos ‘Justiceiros’ assassinam suspeitos de assaltar na fronteira de MS

0

Com três casos mais recentes registrados nesta semana, a atuação dos ‘Justiceiros da Fronteira’ já acontece há anos na região do Paraguai, na divisa com Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. Um casal e um adolescente foram os últimos mortos pelos ditos justiceiros, que torturam, matam e deixam bilhetes sobre ‘não roubar’.

Em maio de 2018, Eduardo Cordoba Aquino, de 20 anos, foi vítima dos justiceiros. O corpo foi encontrado abandonado nas margens da BR-463, com os pés algemados e as mãos decepadas. Ao lado, o bilhete “A população pediu e nós voltamos. Estamos aqui pela justiça e cidadania. Chega de roubos e assaltos na fronteira. Justiceiros da Fronteira”.

Menos de três meses depois, outra vítima, Willian David Villalba Espinosa, de 20 anos. Com várias passagens por furto e roubo, o rapaz foi sequestrado no Paraguai e o corpo encontrado em território brasileiro. Colado na roupa, o bilhete que dizia “Não roubar nos bairros Terrassa e Cidade Nova”.

Fazendo ‘justiça com as próprias mãos’, até hoje não há relato de algum preso pelos crimes. Já em abril de 2019, um homem de 36 anos também teria sido vítima dos justiceiros, mas sobreviveu. Três pessoas invadiram a casa da vítima, decepando suas mãos com facões e facas. Em junho, dois jovens paraguaios foram mortos pelos justiceiros.

Edson Escobar e Rodrigo Sanches Cano foram encontrados com as mãos decepadas e com o bilhete “Não roubar mais na fronteira, este aviso é a todos os ladrões de camionetes, assina os Justiceiros da Fronteira”. Uma terceira vítima ainda conseguiu fugir, mas foi atingida por um tiro no rosto. Testemunhas chegaram a ver quatro homens em uma camionete, que seriam os autores do sequestro, tortura e mortes das vítimas.

Casos em 2021

Neste ano, em fevereiro Catalino Benitez Chena, de 56 anos, foi encontrado morto assim como as outras vítimas, com as mãos decepadas, mas na região de Paranhos. Em março, Emílio Garcia foi sequestrado na fronteira de Ponta Porã e encontrado morto no dia seguinte, com as mãos decepadas e o bilhete “Justiceiros da Fronteira. Não roubar na fronteira. Isso é só o começo”.

Já em abril, pai e filho foram mortos no Paraguai, a pouco mais de 100 quilômetros da fronteira. Rodolfo Romero Enciso, de 42 anos, e Ronaldo Romero Enciso, de 16 anos, foram assassinados a tiros e ao lado deles os bilhetes “Não roube”. Agora em julho, foram vítimas dos Justiceiros Luís Mateo Martinez Armoa, de 26 anos, a namorada Anabel Mancuello Centurion, de 22 anos, e de um adolescente de 17 anos.

O casal foi executado quando comemorava o aniversário de Luís, na segunda-feira (26). Ele estava jurado de morte e foi executado com mais de 40 tiros junto da namorada. Os atiradores estavam em uma camionete Hilux e após a execução, um bilhete foi deixado junto ao corpo de Luís “Favor não roubar, assinado: Justiceiros da Fronteira”.

Já na quarta-feira (28), foi encontrado o corpo do adolescente de 17 anos, torturado e assassinado em Pedro Juan Caballero. A princípio, garoto teria feito vários furtos na região. Ele foi encontrado com sinais de tortura e teve as mãos decepadas. Ao lado do corpo, foi encontrado um bilhete que seria do grupo dos justiceiros, dizendo que eles estavam de volta e que as mortes seriam só o começo.

No mesmo dia, perfil no Facebook atribuído aos Justiceiros da Fronteira fez publicação buscando por uma mulher, que segundo eles “tem que morrer”. Na publicação, o grupo fala o apelido pelo qual a mulher é conhecida e diz que ela teria feito algo ruim para eles e, depois, sumiu. “A gente precisa localizar ela, para acertar algumas coisinhas que ela fez erradas. Isso, ela tem que morrer”, diz a publicação. O grupo afirma ainda que tem dinheiro e qualquer informação sobre ela seria paga.

O perfil atribuído aos justiceiros saiu do ar, poucas horas após a publicação.