PRF apreende trio com mais de 400 kg de maconha, armas e munições

19

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam uma carga de 429 quilos de maconha, além de armas, munições e carregadores. A apreensão ocorreu durante fiscalização na BR-163, em Campo Grande, neste domingo (04).

De acordo com informações do boletim de ocorrência, os policiais desconfiaram de um Ford/Explorer que fez o retorno antes de chegar na blitz. Com o levantamento da suspeita, uma equipe seguiu o carro para verificar se havia alguma irregularidade e alguns quilômetros à frente, o condutor foi abordado.

O veículo era conduzido por um homem de 42 anos que se mostrou bastante nervoso com a presença da equipe e deu informações confusas acerca da viagem. Revistando o automóvel, os policiais encontraram diversas bolinhas de naftalina, chamando ainda mais a atenção.

Na base da PRF, o motorista confessou que em um fundo falso no assoalho estavam vários tabletes de maconha. Ele ainda disse que com ele viajavam um outro utilitário de cor prata com um casal, um Gol vermelho como batedor e um caminhão.

O utilitário prata foi abordado no entroncamento da MS-040 com a BR-163, tratava-se de um Ford/Explorer LTD, com placas de Breu Branco (PA), conduzido por um homem de 39 anos, na companhia de uma mulher de 34. O veículo também tinha várias bolinhas de naftalina espalhadas em seu interior.

Os dois veículos foram abertos com a ajuda de um desencarcerador, sendo encontrado além de vários tabletes de maconha, 5 pistolas, 1 revólver, 7 carregadores, 260 munições cal. 40, 1051 munições cal. 9mm, 800 munições cal 38 especial.

Ao todo, nos dois veículos haviam 429kg de maconha. Durante o andamento da ocorrência, o veículo batedor um VW/Gol com placa de Campo Grande foi encontrado abandonado em uma estrada vicinal. Foram feitas buscas com o Grupo de Ações com Cães da PRF (GOC), mas seu ocupante não foi encontrado.

Segundo os condutores, o carregamento saiu da fronteira e seguiria para o Rio de Janeiro/RJ.

Os três veículos, os três presos, a maconha, as armas e as munições foram encaminhados à Polícia Federal de Campo Grande.